Toda pausa é um chute nos córneos

Suicídio ou Reestabelecimento? Reestabelecimento é óbvio. Mas quem disse que reestabelecer-se é retornar ao original?

Não há estado original, tudo se modifica: as células do corpo, o comportamento, os medos, as decepções, as esperanças, o pão de manhã e o modo com que se sorve o café.

Viver é matar-se todos os dias, e isso não é ruim, pois tem dias que a gente mata aquela parte da gente que impede a felicidade de respirar. Mas a felicidade é um pequeno arranjo de uma sinfonia que possui tristeza, cansaço, desilusão; a felicidade é um pequeno solfejo que percorre a melodia. E a gente tem de saber o que quer tocar. Cada um escolhe a música que quer tocar, e cada música pode ter mais felicidade, mais solfejo, mais tristeza.

Mas a gente não escolhe os instrumentos. E tem gente fudida que não ganha nem um tambor; e de um berimbau tem de tirar acordes, que não existem.

Essa parte eles não falam; essa parte eles escondem por trás da cortina e enfiam na cabeça da gente que todo mundo nasceu pra ser violino.

Anúncios

Um pensamento sobre “Toda pausa é um chute nos córneos

  1. Vivianne Locacio disse:

    Nossa, que bonito!!! vc deve ter passado horas pensando nisso, mais tantas outras formulando as frases, que é admirável. Eu, no seu lugar, iria a um bar, descolaria um instrumento e a partir desse encontraria o tal do solfejo. bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: