Naquele canto de mundo áspero, fingia elevadores.

Só ele percebeu, aquele cachorro de pelos ásperos mas sinceros, que só estava ali por interesse, interesse da comida.

Egoísta.

Só ele percebeu, que Alice, com aquele vestido roxo, era a única viva, que dançava para si próprio, mas seduzia-o, por que aquelas coxas, aqueles lábios plurais, aquela face que ignorava o mundo ao seu redor, fazia-se plena como uma intimação ou um grito de corredor. Maravilhosa.

Só ele percebeu, mas dos doze convidados, nove o perseguiram sem saber, dos nove, havia quatro que o odiaram à primeira impressão, desses quatro, uns dois possuíam provas, e desses dois, um sentia medo, sentia medo, pois havia abismos que se comunicavam e alguém dizia em segredo: futuro amor frustrado!, frustrado!

Só ele percebeu, que aquele mundo era perfeito, perfeito demais, com todas as peças se encaixando, com todos os deslizes se tornando grandes felicidades, com todas as tragédias que viravam filhas felizes ou beijos no canto da boca, com aquele sorriso de vitória na língua que contornava aquela cerveja gelada, aquele vento no rosto, aquela janela aberta que o impelia a voar.

Só ele percebeu, mas ele era o único que não fingiu, e por isso teve de voltar pra casa, perguntando ao motorista qual era o ônibus que passava na Joaquim Nabuco.

Só ele percebeu, mas no final, quando ele subia o elevador, ele ia subindo, e o destino, ou tristeza, chame do que quiser os que não fracassam, ia descendo, e em algum momento ele não fingia mais, não fingia mais, por que no final de toda aquela vergonha ele era apenas humano.

Fingia os elevadores naquele canto do mundo.

Áspero, sincero, humano.

Anúncios

Um pensamento sobre “Naquele canto de mundo áspero, fingia elevadores.

  1. Tainá disse:

    Pura poesia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: