Trabalho improdutivo

Rafael Vendetta

Essa foi num curso de formação marxista dos mais clássicos há alguns anos atrás. Diziam que o trabalho se dividia em produtivo e improdutivo. O chão de fábrica: era ali que deveríamos estar, ali que a contradição capital-trabalho se apresentava com todo seu esplendor. Era a chave da revolução, o momento onde o véu da sociedade burguesa se descortinava, e alguém podia dizer, voilá, achei o ponto de arquimedes!

Lembrei-me das minhas últimas profissões e comentei com Augusto: bilheteiro, técnico de suporte, digitador. Porra, eu não produzi merda nenhuma.

Calma, disse o João interpelando a nós dois, pior eu que fui atendente de telemarketing!

Anúncios

Um pensamento sobre “Trabalho improdutivo

  1. tainaosr disse:

    haha
    Tava com saudades dos teus textos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: