Morra com mais dignidade

Rafael Vendetta

Uma coisa que não dá, uma coisa que eu não aceito mais, digo, não aceito, pois meu corpo não aceita, e ele sabe que não aceita com a insônia, com aquela sensação de impotência, com aquela vontade de dormir, é essa coisa do capitalismo impor a você ser uma pessoa integralmente dedicada a alguma coisa o tempo todo.

Fordismo-da-vida-cotidiana-e-da-revolucao

E se você se rebela de verdade, contra essa coisa de se dedicar integralmente a alguma coisa inteira e monstruosa, resta a você essa outra coisa sempre muito inteira e integral, de derrubar o capitalismo, cotidianamente, o tempo todo, integralmente. O tempo todo, todo tempo, integralmente. Dia após dia.

Não são lados iguais. Não, não são a mesma coisa. Esqueçam-me sofistas. Voltem ao jardim de infância da vida. Não é igual. Nunca foi, nunca será. São apenas lados da mesma moeda, mas são lados diferentes. São ladrilhos  coloridos que quebram da mesma forma, em contato com o chão. Moem. Moem sim. Quem diz que não mente.

Você só vai morrer com mais dignidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: