1994

Rafael Vendetta

Eu queria ver o Nirvana em 1994. Eu tinha 11 anos e gostava de Ramones e por osmose, Led Zepellin. Aí o (ex) marido da minha irmã entrou em casa e disse que o Kurt morreu.

Aquilo soou como se um amigo de infância tivesse morrido. Foi duro. E eu tinha apenas 11 anos e me lembrava daquele dia como me lembro hoje. Já fui a enterros antes de 1994, mas de 1982 para 1994 só me lembro dessa morte.

Foi terrível.

Mas foi pior, pois foi o primeiro contato com o suicídio, logo cedo. Eu tinha motivos para acreditar que isso seria ruim; para mim…

Anos depois (quatro ou cinco) eu segui e um dia o mesmo cara que me deu a notícia da morte do kurt me deu uma bermuda (usada) muito foda. Ele não sabe mas essa bermuda foi importante. E depois ele vivia me dizendo e me sacaneando: “essa bermuda viu nirvana”. E eu ficava metade revoltado, metade satisfeito. Pois nada vem por acaso. Mesmo as decepções ou as ausências.

Meu tio, que viu quase tudo que existe de roquenrou dizia: “eu vi e achei uma merda!, ele tava doidão demais, não conseguia cantar!”. Eu acreditava, mas achava que meu tio estava exagerando. Depois que eu vi o show, uns dez anos depois – em vídeo – , achei que meu tio tinha razão e eu não, mas era por isso que eu gostava de nirvana: porque eu não tinha razão nenhuma naquela época. Ainda bem.

A outra memória desse período, é que um amigo do meu tio foi para o show do nirvana com uma bola dente de leite cortada ao meio na cabeça. Foi foda ouvir isso, porque eu queria ter visto aquele show, mas ninguém nasce na época que quer e acho que esse é o truque.

Eu tinha 11 anos. Depois cresci, sem o nirvana. Isso me fudeu. Mas o nirvana nunca saiu de mim, mesmo depois.

Mas eu comecei a sentir com isso e por isso. Foi por isso que eu comecei a escrever. Julguei importante dizer, porque tem gente que não dá valor ao ordinário. Eu dou.

Eu dou valor aquela bermuda verde e ao nirvana. Nada vem ao acaso.

https://pseudocontos.wordpress.com

avidacomumabermudaenirvana

avidacomumabermudaenirvana

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: